Como economizar em viagens internacionais - DS

Como economizar em viagens internacionais

Como economizar em viagens internacionais

Mesmo com as moedas estrangeiras em alta, ninguém precisa abrir mão dos planos de viajar para o exterior. Com algumas dicas simples é possível economizar bastante.

1- Economize hospedando-se em apartamentos.

economizar-viagens-internacionais economizar-viagens-internacionais

Algo que vem crescendo ultimamente é a hospedagem em apartamentos. Através de sites como o airbnb e o Booking.com é possível alugar apartamentos para 4 pessoas como o da foto, em New York, pagando diárias de pouco mais de R$100 por hóspede. É possível encontrar apartamentos ainda mais baratos, variando de acordo com sua necessidade e exigência.

2- Outras economias geradas pelo apartamento

É claro que o turista quer conhecer restaurantes durante a viagem, mas estando em um apartamento é possível fazer compras em supermercados e preparar várias refeições em casa, desde os lanches até o almoço e o jantar, vez por outra.

3- Faça as contas

Chegar em outro país com o bolso ou o cartão cheios de dinheiro pode dar a impressão de que há muito pra gastar, e que dá pra fazer várias “peripécias”. Mas os dias vão passando e as coisas podem ficar apertadas no final. Faça uma média do quanto você tem pra gastar por dia. É claro que não precisa seguir à risca, mas você vai saber que, se gastou além da média em um dia, vai ter que economizar em outro.

4- Compre um chip telefônico local

Usar a internet da sua operadora brasileira pode te custar bastante! Uma boa dica é comprar um chip local com um plano de internet que seja suficiente para o período. Assim você poderá usar seu Whatsapp, Facebook, Skype e navegar na internet normalmente, pagando menos.

5- Compre passagens com antecedência

Além de comprar o quanto antes, pesquise vários fornecedores para escolher o mais barato. Procure usar também suas milhagens, caso possua. Se puder, viaje na baixa temporada e economize ainda mais.

6- Compre o que de fato precisa

Não é por estar em outro país que você deve gastar dinheiro comprando coisas que não vai usar no Brasil. Compre itens que sejam úteis pra você depois, mesmo que seja um enfeite ou artigo de lembrança.

7- Opte por transporte público

91

Países desenvolvidos possuem ótimo sistema de transporte público, sendo possível ir a qualquer lugar através dos ônibus e do metrô. Opte pelo transporte público comprando tickets semanais ou mensais, ao invés dos unitários. O valor de cada passagem fica mais barato.

8- Dê preferência aos cartões de viagem e fuja do cartão de crédito

Com os cartões de viagem você só paga o que gastou. No cartão de crédito você pode ter gastos extras, já que o valor a ser pago é calculado de acordo com a cotação na data de fechamento da fatura, e pode ocorrer alta. E cuidado com a dupla conversão da moeda!

Leve um pouco de moeda em espécie para situações inesperadas e o restante no cartão de viagem, pois, se perder o cartão ou se for roubado, você não perde dinheiro.

9- Escolha destinos mais baratos

Por que não visitar destinos menos badalados agora, deixando os principais para depois que as moedas se estabilizarem? Existem lugares lindos e menos concorridos para você viajar pagando bem menos.

 

No mais, você já sabe. A parte burocrática da viagem você deixa por conta da DS, e se preocupa com o que realmente importa: a viagem! Fale com a DS Câmbio e Vistos.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *