Brasil pode dificultar a isenção do visto americano | Ds Câmbio e Vistos

Visto Americano - Brasil pode dificultar isenção

Brasil pode dificultar a isenção do visto americano

Os Estados Unidos tentam implantar em 6 países (entre eles o Brasil) o programa Visa Waiver, que dá a isenção do visto americano para cidadãos destes países interessados em viajar aos Estados Unidos, bem como para os norte-americanos que queiram visitar os novos membros do programa. Só a isenção do visto americano para o Brasil causaria um aumento de R$ 14,8 bilhões nas receitas americanas oriundas do turismo, no período entre 2015 e 2019. O montante chegaria a R$ 20 bilhões caso África do Sul, Hong Kong, Polônia, Israel e Turquia também estivessem isentos do visto americano. Esses países se juntariam a outros 38 onde o Visa Waiver já funciona.

Isenção do Visto Americano – uma decisão política e econômica

Se para os Estados Unidos a conta é favorável, o Brasil poderia dificultar o processo de isenção do visto americano. A grande maioria das notícias ventiladas na mídia aponta um caminho promissor rumo à implantação do Visa Waiver, com o Brasil se preparando para cumprir as exigências que faltam, mas não é o que aponta a Brand USA, empresa americana público-privada similar a Embratur. Segundo a Brand USA o Brasil poderia dificultar a isenção do visto americano por decisão política, em uma estratégia para coibir o aumento no número de brasileiros gastando dinheiro no exterior.

“O Visa Waiver seria importante para gerar ainda mais demanda, mas o Brasil não quer isso integralmente. O Brasil apoia o turismo interno. É uma questão política”, afirmou o diretor Brand USA Alfredo Gonzalez.
Com a isenção do visto americano 14,3 milhões de brasileiros visitariam os Estados Unidos nos próximos 5 anos, 1,2 milhão a mais que no atual cenário em que o visto americano é necessário.

O Chile, por exemplo, é participante do Visa Waiver, mesmo o país apresentando baixa frequência de voos aos Estados Unidos. Do outro lado, o Brasil, que está fora do programa, tem grandes companhias aéreas operando voos para o país, aumentando a frequência e algumas até se iniciando na rota, como é o caso da Azul. Esta diferença estrutural faz com que a Brand USA aponte como fator político a perspectiva de que o Brasil não favoreça a implantação do programa de isenção do visto americano.

A DS Câmbio e Vistos é especializada em emissão de passaportes, vistos, legalizações de documentos, legalização de estrangeiros no país, seguro viagem e câmbio de moedas estrangeiras. Deixe que a DS cuide da parte burocrática da sua viagem, e se preocupe com o que realmente importa: a viagem. Fale conosco e saiba mais sobre nossos serviços.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *